03-11-2017

10 coisas que surpreendem os Turistas Estrangeiros

que visitam o Brasil

Desde o jeito que nos comportamos na praia, passando por nossos costumes em bares, ruas e em casa até o que comemos, o que os estrangeiros acham diferente


 

Brasil

Sabe aquela história de que Turista acha que o Brasil é sinônimo de samba, futebol e mulher bonita? Hoje em dia já não é mais bem assim, mas preciso dizer que já perdi as contas de quantas vezes tive que dizer que sim, tenho fogão em casa, uso papel higiênico e não tenho macacos na minha janela quando acordo...

Apesar de muita gente saber mais sobre o nosso país atualmente, especialmente depois da Copa e da Olimpíada, que atraíram um número enorme de turistas, os estrangeiros ainda veem nosso país como um “destino selvagem” a ser explorado.

Nos últimos anos, por conta do trabalho, fiz muitos amigos estrangeiros. De todos os lugares que você pode imaginar. Inglaterra, Japão, Bélgica, Holanda, China, Itália, EUA, Espanha, Suécia… e 99% deles ama o Brasil ou a simples ideia de conhecer nossa terra.

Muitos deles têm medo de vir para cá pela primeira vez (com razão, preciso dizer), mas sempre saem encantados com as belezas naturais do país e, principalmente, com a amabilidade e hospitalidade do nosso povo.

Mas não há como negar que para muitos o choque cultural é enorme. E alguns hábitos e coisas que estão incorporadas em nosso dia a dia muitas vezes os deixam completamente perplexos. Fiz uma lista com os que mais me deparei nestes últimos anos. E, você, lembra de algum outro?

 Comanda individual

Bar

Esta é uma clássica… toda vez que levo meus amigos a um bar aqui no Brasil tenho que explicar o conceito da comanda individual. “Porque me deram este papel?” E faz sentido mesmo eles não entenderem… não me lembro de nenhum outro lugar que tenha visitado que use este sistema de cobrança. Na maior parte dos países, você pede sua bebida e paga na hora, no balcão mesmo. Outra coisa comum entre os estrangeiros é pagar a rodada para os amigos. Assim, cada um paga uma rodada e, no fim da noite, teoricamente, todos pagaram o mesmo (mas tenho que confessar que conheço amigos brasileiros que gostam de pagar no começo ou no fim da noite, quando tem menos gente no grupo, hahaha).

 Abacate

abacate

Não sei vocês, mas eu cresci comendo abacate com leite e açúcar (ou, aiiiii, leite condensado), como sobremesa. E sempre achei super normal. Não para os gringos. Abacate para eles é para se comer com sal. Seja em forma de guacamole na culinária mexicana, em hossomakis, no Japão, ou em torradas e sanduíches, nos EUA ou na Escandinávia. Já vi tanta gente fazendo careta quando ofereci uma “abacatada” de sobremesa… mas no final eles sempre aprovam.

 

Pontualidade

rel├│gio

Bem, vamos combinar que pontualidade não é o forte dos brasileiros. Se o compromisso não for de trabalho, então, marcar uma hora pode ser uma questão meramente pro-forma. Para os gringos, se um jantar está marcado às 20h é porque ele começa às 20h. Para nós, é mais à partir das 20h… Se for uma festa, então, nem se fala. Quantas vezes você foi convidado para uma festa às 21h e chegou na hora marcada? Ninguém quer chegar numa festa vazia, né?  Sempre fui pontual, mas depois de tantos anos convivendo com estrangeiros aprendi a deixar o relógio sempre acertado ­čśë

 Troco

Dinheiro

“Não tem trocado? Estou sem troco…” Quantas vezes por dia você não escuta isso aqui no Brasil? Pagar uma conta que deu menos de R$ 20 com uma nota de R$ 100 então… nem pensar! Os estrangeiros simplesmente não entendem o motivo. Lembro uma vez que um me perguntou se a gente não fabricava moedas suficientes, hahaha. Realmente não sei explicar o motivo disso, mas é um fato. Tanto que toda vez que viajo fico acanhada de dar notas grandes para pagar contas menores e sempre me surpreendo quando recebo o troco como se fosse a coisa mais normal do mundo.

 Cerveja

size_960_16_9_garrafa-de-cerveja

Quem nunca foi para a Alemanha ou para a Inglaterra e achou a cerveja quente? Pois é, para os gringos é exatamente o contrário. Eles acham a cerveja brasileira super gelada. E adoram! Acham engraçado quando alguém pergunta ao garçom qual está mais gelada antes de escolher a marca e adoram que as garrafas ficam em baldes de gelo ou naqueles protetores com isopor para se manter geladas enquanto estão na mesa.

 

 Enterros

Cemit├ęrio

Taí outra coisa que os estrangeiros não entendem muito bem… no Brasil é comum uma pessoa ser enterrada mais ou menos 24 horas depois de morrer, enquanto na maioria dos outros países este processo é mais demorado (bem mais em alguns casos). Estava na Austrália há alguns anos quando perdi minha avó. E lembro que uma amiga holandesa que estava comigo não entendia porque não daria tempo de eu chegar ao Brasil para o enterro. Eles acham curioso como tudo “se resolve” de maneira bem mais rápida por aqui.

 

 Beijos

Amigas

Você já deve ter ouvido falar que os gringos acham o povo brasileiro caloroso. Gostamos de tocar uns nos outros, ficamos perto uns dos outros e somos super beijoqueiros. Pelo menos é o que eles acham! Sim, os franceses também se cumprimentam com beijinhos, mas aqui no Brasil é comum a gente sair beijando todo mundo, logo depois de ser apresentado. Nada de aperto de mão, aqui a gente vai direto na bochecha! E os gringos acham super divertido. E não entendem direito porque em São Paulo se dá um beijinho, no Rio são dois, eu outros lugares até três… Mas ninguém reclama 

 

 Banheiro

Papel higiênico

Lugar de lixo é no lixo, certo? E de papel higiênico também, certo? Bem, não para os gringos… eles estão acostumados a descartar o papel higiênico no vaso sanitário e simplesmente não entendem a gente ter um cesto de lixo para fazer isso. Já expliquei para vários deles, mas não adianta. Eles acham nojento e pouco higiênico _o que eu concordo totalmente. E confesso que toda vez que volto do exterior demoro alguns dias pra me reacostumar e quando vejo, já foi… papel no vaso 

 

 Flanelinhas

Carros

Este é outro conceito difícil de entrar na cabeça de muitos estrangeiros que visitam o Brasil. Dar dinheiro a alguém que supostamente irá dar aquela olhadinha em seu carro, que está estacionado na rua… As perguntas são várias. Por que não parar num estacionamento já que é para gastar dinheiro? Por que eles dizem que vão olhar o carro e quando a gente volta eles não estão mais no lugar? Eles trabalham para quem? Outra coisa que eles acham estranho no trânsito são os ambulantes que vendem de ventilador a chocolate e fazem números de circo no farol. É, se a gente parar pra pensar é um pouco estranho mesmo…

 

 Praia

Copacabana

Eu já desisti. Não vou mais à praia com meus amigos gringos. A não ser que eles tenham como voltar pra casa ou pro hotel sozinhos, quando quiserem, não vou mais. Eles simplesmente não conseguem entender nosso comportamento na praia. Chegar cedo, ficar lagarteando no sol, comendo, bebendo, nadando, caminhando, batendo uma bola e ir embora só no fim do dia, na hora de fazer aquele famoso “almojanta”. Uma vez fui à praia com uma amiga holandesa. Mega perrengue pra chegar. Depois de quase uma hora finalmente chegamos, nos instalamos e juro, 15 minutos depois ela vira pra mim e fala: “Vamos?”.  Oi? Pois é… E o amigo inglês que foi para a praia de cueca? Sempre tem o povo que vai de tênis, os que não levam protetor solar… Fora que eles acham engraçadíssimo a gente deitar na praia na direção do sol e ir se virando junto com ele. Enfim, praia como a gente, só a gente! 

29-09-2017

Uma da maiores Rodas Gigantes da América Latina já chegou ao BarraShopping e fica por aqui até 20 de novembro. Será possível ver a Barra da Tijuca por diversos ângulos, já que roda roda-gigante leva os gigante leva os visitantes a um divertido passeio que, no seu ponto mais alto, atinge 30 metros do chão – o equivalente a um prédio de dez andares.

Um dos destaques é a Gôndola VIP, uma cabine especial com assentos revestidos em couro ecológico, tapete, cortinas e mesa, na qual é servido espumante com castanhas. A entrada é com hora marcada e os participantes têm direito a 20 voltas.

Período: Até 20 de novembro

Local: Estacionamento do nível Lagoa, próximo à Portaria K.

Horário:

• Segunda a sábado: 11h às 22h

• Domingo e feriados: 13h às 22h

Confira valores e outras informações no local.

dEXISTIR jáMAIS

25-08-2017

dEXISTIR jaMAIS 

Por Danilo Prado (Coach)

Pensar em nossa existência nos coloca sempre em questionamentos sem respostas certeiras.

Como podemos então colocar sentido em nossas vidas?

Existir deve ser um exercício diário de aceitarmos desafios, nos permitirmos viver sempre as experiências que a vida nos apresenta (com consciência e discernimento) e, assumirmos as responsabilidades dos resultados obtidos.

A desistência de nossas METAS/SONHOS é DEIXAR DE EXISTIR/dEXISTIR!

Precisamos, sim, EXISTIR MAIS!

DESISTIR JAMAIS!

Ter visibilidade na vida, sem sermos “estrelas”; construirmos um legado; sermos solidários; é nos responsabilizarmos pela sustentabilidade do planeta e da nossa própria; e, definitivamente pararmos de procurar “culpados” (transferindo responsabilidades) ou razões para não seguirmos a diante.

Desbloquear nossos SABOTADORES, desconstruindo velhos conceitos/valores/crenças e aprendizados, permite que estejamos abertos para novas experiências. São estas novas experiências, frutos de um mundo em constante mutações/evoluções, que trarão para todos nós crescimento pessoal, espiritual e profissional, nos fortalecendo (empoderamento) em direção às nossas METAS.

Já parou para pensar quantas vezes você recuou, sendo covarde, diante de novos desafios em sua vida? Quantos sonhos deixou de realizar, pela sua falta de foco e determinação? Muitas mágoas e frustrações que tem carregando, por querer ter sido vitorioso em suas conquistas, mas que se transformaram em amarguras dentro de você?

Comece a ter, a partir de agora, a proposta de ser seu melhor amigo e não seu VERDADEIRO INIMIGO.

Viva mais, experiMENTE mais e busque todos os dias motivação e força, para que levante da sua cama com muita vontade de VIVER! Desperte, mas ao acordar, continue vivenciando as propostas dos seus sonhos para que definitivamente sejam REAIS!

Vem comigo nessa MARATONA que se chama VIDA!

 

25-07-2017

Alerta aos turistas:

comunicação é obstáculo para

Copa do Mundo na Rússia

Por Ivan Raupp e Thiago Dias, São Petersburgo, Rússia

Pouca gente fala inglês, até mesmo em locais básicos como restaurantes e hotéis. Comunicação no transporte é problema sério, e alfabeto cirílico dificulta. Explicação passa pela antiga União Soviética

Treinadores e jogadores foram só elogios à Copa das Confederações. Não houve problema de segurança, que era uma das grandes preocupações, e estrutura e logística de fato foram aprovadas com louvor. No entanto, faltando pouco menos de um ano para a Copa do Mundo, existe uma questão que ainda precisa de muita evolução: a comunicação.

O GloboEsporte.com esteve presente nas quatro sedes da Copa das Confederações - Moscou, São Petersburgo, Sochi e Kazan - e teve dificuldades de comunicação em todas elas em diversos momentos. Para um país que sediará o maior torneio do planeta em tão pouco tempo e, consequentemente, receberá turistas do mundo inteiro, a Rússia tem pouca gente que fala inglês, o idioma universal, ou qualquer outra língua que não a deles próprios.Vamos citar alguns casos como exemplos: a reportagem fez um tradicional passeio de barco pelo Rio Neva, em São Petersburgo, que certamente será muito procurado por turistas, e não encontrou um funcionário sequer que falasse inglês. Em vários hotéis e restaurantes aconteceu o mesmo. É raro um garçom falar outra língua, e não é tão fácil encontrar cardápios em inglês. Taxista que se comunique além do russo, então, é raríssimo. E vale ressaltar que são todas áreas básicas.

Há uma explicação histórica para esse problema. A União Soviética, que existiu de 1922 a 1991, era governada por um regime unipartidário e bem fechado, e se bastava em relação ao resto do mundo. O professor Vladimir Kazakov, chefe da Faculdade de Filologia da Universidade de São Petersburgo, falou sobre o tema.

- Jovens são mais capazes de aprender línguas. E também essa geração mais velha não fala tanto idiomas estrangeiros, pois o país era bem fechado e a língua estrangeira era considerada uma disciplina opcional e que talvez não fosse necessária no futuro. Agora a situação mudou, os jovens procuraram aprender outros idiomas, pois é bem difícil conseguir emprego sem saber. E existem mais meios e possibilidades de aprender, como TV e internet.

Nos estádios, boa parte dos voluntários não dominava o inglês, só que em todas as sedes havia alguns que falavam até português e espanhol. Mas vale citar outro episódio preocupante vivido pela reportagem. Alguns dias antes do início da Copa das Confederações, fomos ao Estádio Olímpico de Sochi e tivemos dificuldade para entrar. Eram cerca de 10 funcionários, entre seguranças e voluntários da Fifa, e nenhum falava inglês. Ou seja, a comunicação precisou ser por mímica, uma vez que tínhamos de passar pelo detector de metais e ligar todos os aparelhos eletrônicos.

Vale destacar ainda que até o presidente do Comitê Organizador Local (COL), Vitaly Mutko, não é fluente em inglês e tem muita dificuldade em se expressar sem ser em russo, o que é motivo de piadas entre os jornalistas estrangeiros.

Se em São Petersburgo e Moscou já não foi tão fácil encontrar placas de trânsito e cardápios em inglês, em Sochi e Kazan foi pior. O alfabeto cirílico, que é a base da língua russa, dificulta bastante a vida dos turistas. Ler e identificar essas palavras, sem ter noções básicas do idioma, é uma missão quase impossível. E aprender leva certo tempo.

 

- Depende da pessoa, de quantas horas vai estudar. Aqui na nossa universidade o programa básico é de 80 horas de aulas, um mês, so para a pessoa aprender a dizer olá, se apresentar. Aprende mais ou menos 400 palavras em um mês. O nível elementar são três módulos desse tipo, três meses, aproximadamente 800 palavras, e já com essa base você vai falar sobre si, sobre seu trabalho... Durante um ano, se você estudar bem, se tiver bons professores, você vai conseguir algum sucesso, sem dúvida - afirmou o professor Vladimir Kazakov.

Atualmente o inglês existe como matéria obrigatória do Ensino Fundamental na Rússia, mas, de acordo com diversos russos com quem o GloboEsporte.com conversou, os professores em geral não são muito bons nessa área e ensinam apenas o básico do básico. Para aprender de verdade, é preciso se matricular em uma escola de idioma. Mais ou menos como acontece no Brasil.

A menos de um ano para a Copa, é difícil imaginar que haja grande evolução na Rússia nesse sentido. Portanto: turistas, tenham paciência e preparem-se para situações do tipo.

 

10-07-2017

A HORA É AGORA E O EVENTOS BRASIL É O LUGAR

O setor de eventos no Brasil tem se apresentado cada vez mais fortalecido, apesar da instabilidade econômica, registrando crescimento de 400% nos últimos anos. E esse número envolve, não somente as empresas organizadoras, mas todo o trade formado pelos segmentos de alimentação, hospedagem, montagem, comunicação e muitos outros.

Apesar dos bons resultados é preciso buscar novos caminhos e inovar, com investimentos em conhecimento, qualificando equipes, melhorando infraestrutura e ampliando áreas de atuação. Assim, cada um desses nichos de mercado precisa estudar novos modelos para quebrar paradigmas, reduzir despesas, diversificar seus serviços e aumentar o valor agregado, atendendo à demanda crescente e aos clientes, cada vez mais exigentes e em busca de soluções práticas e com resultado positivo e permanente.

O Eventos Brasil 2017 está sendo planejado para reunir, em um só lugar, ideias, cases, propostas, informação e infinitas possibilidades. É uma oportunidade única para que todos os envolvidos debatam seu próprio futuro e o do setor. Seja como expositor, patrocinador ou congressista no 27o Congresso Brasileiro de Empresas e Profissionais de Eventos, sua participação é imprescindível. Entre os temas que serão abordados estão sustentabilidade, tecnologia e inovação, uma proposta para garantir o crescimento do setor nestes tempos em que empreender precisa fazer parte do know-how de qualquer empresa.

A troca de experiências e uma análise profunda do mercado é o que fará a diferença para o sucesso de seu próximo evento.

PÚBLICO ALVO

  • Agências e profissionais de comunicação
  • Associados e ex-associados
  • Associações Profissionais
  • Autoridades Governamentais
  • Centros de Convenções e espaços para eventos
  • Companhias aéreas
  • Conventions Bureau
  • Destinos (países, estados e cidades)
  • Empresas organizadoras e promotoras de eventos
  • Empresas transportadoras
  • Entidades de Classe
  • Entidades do ‘‘ForEventos’’
  • Entidades internacionais
  • Entidades promotoras
  • Estudantes Universitários e Técnicos
  • Fornecedores de serviços e produtos para eventos
  • Imprensa / Mídia Especializada
  • Instituições de Ensino
  • Meios de hospedagens
  • Operadoras e agências de Turismo
  • Órgãos de Governo (nas 3 esferas)
  • Prestadores de serviços
  • Prospects
  • Representante da área acadêmica
  • Profissionais da área de eventos das empresas
  • Profissionais e acadêmicos de eventos, turismo, administração comunicação, marketing, hotelaria e relações públicas
  • Promotores de Feiras
  • Secretarias de turismo e destinos (municipais e estaduais)

 

 

PROGRAMAÇÃO TÉCNICA PRELIMINAR DO 27º CONGRESSO DA ABEOC ¦ EVENTOS BRASIL

 

31 de agosto de 2017 ¦ Quinta-feira

10h00 – 12h00
Sala A
Curso: Operações de Segurança para o Entretenimento
Camilo D’ornellas

Sala B
Curso: Marketing de Relacionamento no Mercado de Luxo
Naldo Turl

12h00 – 14h00
Visitas Técnicas aos Hotéis * (Inclui Almoço)
Rio Othon Palace Hotel – 30 Vagas
Grand Mercure Hotel – 20 Vagas
Complexo Windsor Convention & Expo Center: Windsor Barra e Oceânico – 25 Vagas

*Somente para profissionais organizadores de eventos inscritos no congresso.

14h00 – 16h00
Sala A
Curso: Produção de Shows
Celso Luiz Filho

Curso: Produção de Eventos
Leonardo Felippelli

17h00 – 18h00
Auditório
Solenidade de abertura do evento

18h00 – 19h00
Auditório
Como Las Vegas tornou-se o destino mais desejável do mundo para lazer e turismo de negócios
Jim MCMichael – Specialty Markets Manager Las Vegas Convention and Visitors Authority
Chris Meyer – Vice President of Global Business Sales, Las Vegas Convention and Visitors Authority

19h00
Área da Exposição
Inauguração da Exposição seguida de cocktail de Boas Vindas

 

01 de setembro de 2017 ¦ Sexta-feira

09h00 – 10h00
Auditório
Mesa Redonda: Alteração da Lei 11.771 – Lei Geral do Turismo
Deputado Orlando Silva, Deputado Otávio Leite, Ministério de Turismo, Embratur e Cristiano Vilela

10h00 – 11h00
Auditório
O Evento Rock in Rio: o Sonho que virou realidade
Luis Justo – CEO do Rock in Rio

11h00 – 12h00
Auditório
Mesa Redonda: Tributação no Mercado de Eventos
Deputado Otávio Leite, Associação Comercial do Rio de Janeiro, ABEOC

12h00 – 13h00
Auditório
Mesa Redonda: Flexibilização da CLT e seu impacto no Turismo
CNC – Confederação Nacional do Turismo e ABEOC

13h00 – 14h00
Almoço e Visita à Exposição

14h00 – 14h40
Auditório
Mauro Osório – Presidente do Instituto Pereira Passos

14h40 – 15h20
Auditório
Ética e Compliance
Interfarma, GSK e Merck
Coordenação: Juarez Carvalho Filho

Sala A
O Brasil no Bilionário Mercado Mundial de Destination Wedding
Simone Tostes

15h20 – 16h00
Auditório
Ítalo Oliveira Mendes, Diretor de Administração da Secretaria-Executiva do Ministério do Turismo.

Sala A
Eventos Esportivos no Brasil Pós Olimpíada

16h00 – 16h40
Auditório
Alteração da Lei 8666: Técnica e Preço nas contratações de Empresas de Eventos
Deputado Federal Paulinho da Força, ABEOC e Advogado Cristiano Vilela

16h40 – 18h30
Auditório
Painel Encontro do Setor de Feiras e Eventos
Mediador: Otávio Neto (CEO do Grupo Radar & TV)
Palestrante: Juan Pablo de Vera (Vice-Presidente Sênior para América Latina da Reed Exhibitions)
Debatedores: Celio Ashcar Jr. (Sócio-Diretor da Agência Aktuellmix e Chairman da AMPRO); Abdala Jamil Abdala (Presidente da Francal Feiras); Milena Palumbo (Diretora Regional da GL Events); Marcelo Alves (Presidente da RIOTUR); Jean-François Quentin (Presidente da UBM Brazil) e Fernando Horta (Diretor Geral da CCN – Convention Center Network)

18h30 – 19h30
Visita à Exposição

09h00 – 13h00 / 14h00 – 16h40
Sala B
Espaço SEBRAE

 

02 de agosto de 2017 ¦ Sábado

10h00 – 11h00
Auditório
A Infraestrutura Disponível para o Mercado MICE
Segmento MICE: tendências

11h00 – 12h00
Auditório
O Papel das Entidades de Classe Como Fomentadoras do Turismo de Eventos

12h00 – 13h00
Auditório
Câmaras de Comércio AHK, HKTD E CCBC
Coordenação: Malu Sevieri, CEO DA Emme Brasil – Representante da Messe Duseldorf

13h00 – 14h00
Área da Exposição
Encerramento seguido de brunch

10h00 – 13h00
Sala B
Espaço Sebrae

 

A programação ainda está sujeita a alterações e ajustes.

Veja os palestrantes já confirmados para o evento!

 

Jim McMichael

Specialty Markets Manager

Las Vegas Convention and Visitors Authority

Jim McMichael é Specialty Markets Manager (Gerente de Mercados Especiais) para o Las Vegas Convention & Visitors Authority (LVCVA), gerencia o mercado LGBT, reuniões internacionais, incentivos, conferências e grupos vindos do Brasil e do México, além de programação de turismo cultural.

Antes de ingressar na LVCVA, o Sr. McMichael passou 18 anos na indústria de shopping centers como The Rouse Company e General Growth Properties em vários cargos de marketing no sul da Flórida e Las Vegas. E, mais recentemente, como Gerente Sênior de Marketing no Fashion Show Mall.

O Sr. McMichael também passou vários anos na indústria de viagens ocupando cargos na Windstar Cruises, Holland America Line e Costa Cruises. O seu conhecimento no turismo fornece uma base única para ajudar a desenvolver maneiras criativas de comercializar um destino, atração ou shopping center e alcançar os principais mercados-alvo.

Graduado da Universidade da Geórgia, o Sr. McMichael tem graduação em espanhol e português, e estudou na Universidade de Paris (Sorbonne). O Sr. McMichael atua no Advisory Board for the Academy of Hospitality & Tourism (Conselho Consultivo da Academia de Hotelaria e Turismo) da Valley High School e trabalha com vários grupos comunitários em toda Las Vegas Valley, incluindo Las Vegas Pride e Nevada Gay Rodeo Association.

 

Chris Meyer, CEM, CMP

Vice-Presidente de Vendas de Negócios Globais (Vice President of Global Business Sales)

Las Vegas Convention and Visitors Authority

Chris Meyer é vice-presidente de vendas de negócios globais do Las Vegas Convention and Visitors Authority (LVCVA). O LVCVA é a organização de marketing para o destino de Las Vegas e Sul de Nevada, e sua missão se concentra em atrair visitantes promovendo como destino mais desejado para lazer e viagens de negócios. O LVCVA também possui o Las Vegas Convention Center e Cashman Center.
Neste cargo, o Sr. Meyer é responsável por dirigir as atividades mundiais das equipes de vendas de convenções e vendas do convention center. Ele também cuida das atividades do World Trade Center (WTC) Las Vegas – uma parceria entre o LVCVA e Consumer Eletronics Association (CEA) ® para divulgar Las Vegas aos viajantes de negócios ao redor do mundo sobre a marca WTC.
O Sr. Meyer juntou-se ao LVCVA em 2000 como gerente de vendas do centro de convenções, tornou-se diretor de vendas do centro de convenções e foi promovido para sua atual posição em 2007. Antes de ingressar no LVCVA, o Sr. Meyer trabalhou no Sands Expo & Convention Center por dez anos, inclusive atuando como diretor de vendas e marketing.

O Sr. Meyer é membro de várias organizações profissionais, incluindo Meeting Professionals International, Destination Marketing Association International e a Las Vegas Hospitality Association. Atualmente, faz parte do conselho de diretores da Corporate Event Marketing Association (CEMA) depois de servir durante dois anos como vice-presidente e presidente, e é membro do conselho do Hospitality Sales and Marketing Association International (HSMAI). Ele é o atual presidente da International Associtation of Exhinitions and Events (IAEE), e atualmente faz parte do Industry Alliance Partners Committee (IAPC). O Sr. Meyer também atende a comunidade como membro do Nevada Child Seekers.

O Sr. Meyer obteve o diploma de bacharel em administração de empresas pela Universidade de Nevada, Las Vegas (UNLV) Lee School of Business. Ele é um profissional de eventos certificado (CMP), além de certificado em gerenciamento de exposições (CEM). A Associação de Hotelaria de Las Vegas nomeou o Sr. Meyer “Industry Leader of the year”- Líder da indústria do ano, em 2010 e a UNVL College of Hotel Administrativo, Faculdade de Administração de Hotéis UNLV o reconheceu como “Industry Executive of the Year” – Executivo da Indústria do Ano em 2011.

 

Luis Justo

Engenheiro com pós-graduação em gestão de negócios, foi CEO da Osklen por 11 anos. CEO do Rock in Rio desde 2011, conduziu o ambicioso projeto de implementar a marca também nos Estados Unidos. Com desafios que vão de gestão da equipe, de orçamentos e processos à estruturação de operações de fusão e aquisições com sócios internacionais, a meta é audaciosa: transformar o maior festival de música do mundo na maior marca de música do mundo.

 

Simone Tostes

Wedding Rio

Com o objetivo de criar experiências perfeitas, a Wedding Planner carioca Simone Tostes após 15 anos atuando em eventos corporativos e matrimoniais, lançou em 2015 o “Aonde Casar”, uma empresa que oferece um serviço verdadeiramente personalizado e completo de Destination Wedding e renovação de votos que vai desde a escolha criteriosa do local da festa, planejamento, roteiro turístico, acompanhamento dos convidados até a realização da tão sonhada cerimônia.
Pessoalmente Simone visitou, durante um ano e meio 16 países e selecionou os melhores locais e profissionais para realização de cerimônias de casamentos únicos e, por meio do website “www.aondecasar.com.br”, oferece informações valiosas e orientações aos noivos para que façam escolhas que traduzam perfeitamente as expectativas.
Suas viagens e principalmente a participação em 3 edições do mais importante congresso do mercado de Destination Wedding Planners do mundo trouxe reconhecimento nacional e internacional, culminando com o convite do Rio Convention & Visitors Bureau para que se tornasse a sua “Consultora de Romance”.
Com ampla visão de como outros países e cidades se promovem no bilionário mercado do Destination Wedding, criou então a marca WeddingRio.
Junto a RIOTUR, Rio Convention & Visitors Bureau, seus membros e um complexo das mais profissionais e qualificadas empresas do setor de casamentos e turismo, o WeddingRio terá a missão de promover a “Cidade Maravilhosa” do Rio de Janeiro como um destino turístico ideal para todos os tipos de casamentos e assim como no Aonde Casar irá realizar todo o planejamento e produções necessárias.

 

Camilo D’ornellas

Especialista em segurança do entretenimento e turística há 30 anos, membro da National Defense University – USA, gestor de Operações e Segurança do Complexo Maracanã de 2014 até 2016, exerceu a coordenação de Segurança do Rock in Rio nas edições de 2011 até 2015, foi coordenador de segurança do UFC – Brasil nas duas primeiras edições, Bienal Internacional do Livro, Exposição Claude Monet, Disney Millenium in Rio e foi membro da comissão sobre a Copa do Mundo de Futebol – FIFA de 2014 e Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016 no Senado Federal, idealizador e coordenador do curso de Segurança para Grandes Eventos e Segurança Turística (COGEST) da Academia de Polícia Civil do Rio de Janeiro é professor de Segurança Turística e de Grandes Eventos no curso de pós-graduação da Universidade Estácio de Sá, é também membro efetivo do Tourism & More Internacional, Instrutor do curso de Grandes Eventos, Turismo & Carnaval na Funglode em Santo Domingo na República Dominicana, Treinador (Coach) de equipes de alto rendimento, atualmente é Mestrando e pesquisador em Segurança e Defesa e Processo Decisório na EGN – Escola de Guerra Naval da Marinha do Brasil.

 

Mauro Osório

Doutor em Planejamento Urbano e Regional pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional – IPPUR/UFRJ. Professor da Faculdade Nacional de Direito da UFRJ. Professor de cursos de pós-graduação lato sensu no Instituto de Economia da UFRJ, nas áreas de Turismo e Economia Fluminense. Membro fundador do Instituto de Estudos sobre o Rio de Janeiro – IERJ. Presidente do Instituto Pereira Passos.

 

Italo Oliveira Mendes

Bacharel em Turismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e Bacharel em Ciências Sociais pela Universidade de Brasília (UnB), com Master pela Universidade Autônoma de Madrid e curso de aperfeiçoamento (Creating Colaborative Solutions – Innovations in Governance) pela Universidade de Harvard. É especialista em Turismo, atuando desde 2003 no Ministério do Turismo, onde já exerceu os cargos de Diretor de Estruturação, Articulação e Ordenamento Turístico, Diretor de Produtos e Destinos, Diretor de Gestão Estratégica, Diretor de Administração e Assessor Especial do Ministro. Já atuou também como professor universitário de Gestão Pública, Políticas Públicas e Legislação do Turismo, e como consultor para organizações nacionais e internacionais (PNUD, UNESCO, SENAC e Braztoa). É membro da Rede de Inovação no Setor Público, onde coordena o Grupo de Trabalho de Cultura da Inovação, que tem por objetivo disseminar uma cultura de incentivo à inovação nos órgãos públicos. Atualmente dedica-se à pesquisa sobre Laboratórios de Inovação em Serviços, e em políticas públicas de incentivo à inovação no serviço público, e no setor de turismo.

 

Naldo Turl

Formado em Marketing, com MBA em Gestão e Planejamento de Evento. Assessor de Casamentos e eventos corporativos. Há 4 anos gerencia os grandes eventos do mercado de luxo na EAV Parque Lage e o primeiro casamento da história da Casa França-Brasil, abrindo as portas para o mercado de eventos. Colunista dos sites MarketingdeCasamento.com e ManoelaCesar.com. Escreve artigos, respectivamente, sobre as técnicas de Marketing aplicado ao mercado de luxo e casamento, e, ainda, orienta casais noivos sobre a realização de eventos em patrimônios históricos, cerimônias exclusivas e personalizadas.

 

Leonardo Felippelli

Formado em Gestão de Eventos pela UNESA, com MBA em Gestão de Entretenimento pela ESPM e Pós Graduado em Ouvidoria e Atendimento ao Cliente pela Cândido Mendes, atua no mercado de eventos desde 2000. Atuou em grandes eventos como Pan Americano 2007; Tour da Taça da Copa do Mundo; Ferrari Parade; Rock’n Rio; Chegada do Papai Noel na Praça da Apoteose; Projeto Cidadão do Governo do Estado do RJ; dentre outros. Atualmente ministra aulas no curso de Pós Graduação em Eventos da Universidade Estácio de Sá e é Head de Operações na Apoena Soluções em Seguros, corretora especializada em produtos de Responsabilidade Civil, dentre os quais Responsabilidade Civil em Eventos.

 

Abdala Jamil Abdala

Nos últimos 17 anos à frente da presidência da Francal Feiras, Abdala Jamil Abdala, 70 anos, consolidou a imagem de qualidade, profissionalismo e excelência da promotora. Ampliou o portfólio da empresa, que hoje representa 16 segmentos econômicos por meio de seus eventos de negócios.
Engenheiro Elétrico por formação, Abdala ingressou no setor de calçados como como diretor da Calçados Pestalozzi, fábrica da Fundação Educandário Pestalozzi. Em 1980, tornou-se diretor da Francal Feiras e ocupou a presidência por dois períodos: de 1986 a 1994 e de 2000 até o momento. Em 2014, assumiu também a presidência da Estrutural Montagens, empresa do Grupo Francal.

 

Celio Ashcar

Celio Ashcar Junior é um influente talento da comunicação brasileira. Atualmente, é sócio da AktuellMix (fusão entre Mix Brand Experience e Aktuell), uma agência de comunicação líder no Brasil, com mais de 200 funcionários, incluindo São Paulo e Rio de Janeiro, com o objetivo de despertar conhecimentos únicos, transformando a relação entre pessoas e marcas. Em 2016, a Aktuellmix foi uma das mais importantes agências que trabalharam para os Jogos Olímpicos. Celio ocupa o cargo de Chairman da AMPRO (Associação de Marketing Promocional), eleito para o biênio 2016/2017.
É graduado em Administração de Empresas pela Universidade Mackenzie com extensão em Propaganda e Marketing na ESPM. Iniciou sua carreira em Marketing Promocional em 1994 incentivando o conceito de Experiência de Marca em todos os projetos. Trabalhou na Globo TV como Coordenador de eventos e promoção, sendo responsável por grandes projetos como o lançamento de telenovelas como “O Clone” e outros. Na Mix Brand Experience foi sócio e CEO e fez importantes projetos como “Árvore de Natal da Cidade de São Paulo”, “MasterCard Surprise Program”, “SKY no Rock in Rio” e mais de 1.000 projetos.
Em 2017 foi jurado de Promo & Activation no Festival Lions Cannes. Neste mesmo ano a Aktuellmix conquistou o Leão de Prata com a campanha para Hershey chamada “Abra a Boca e coma o site” – #eaternet
Ele recebeu vários prêmios profissionais, como “O Profissional de Marketing do Ano” – Prêmio Colunistas Brasil (2008), “Agência do Ano” – Prêmio Colunistas São Paulo (2008), “Agência do Ano” – Prêmio Colunistas Brasil 2009)”, nomeado” Prêmio Melhor Profissional de Comunicação no ABP – (2013 e 2016), “Prêmio Agência do Ano em Globos” (2014), “Melhor Agência de Marketing” do Prêmio Caboré (Meio & Mensagem 2014) e está na lista dos “10 mais importantes Executivos de Comunicações da Década pela Promoview”. Recentemente, foi eleito pelo “Hall da Fama do Marketing Brasileiro” pela Abramark (Associação Brasileira de Marketing).

 

Fernando Horta

Formado em Economia pela Pontifícia Universidade Católica com especialização à Luz da Constituição pela Escola Superior de Guerra Fortaleza de São João – RJ
Ao longo de seus trinta anos de experiência profissional atuou em empresas como Alcântara Machado, Transamérica, Cyrela, GL Events, além de participar da elaboração de projetos de concepção e gestão de empreendimentos voltados para o segmento de eventos.
Em 2010 assumiu a Convention Center Network, empresa gestora de espaços para eventos, que atualmente é responsável pela gestão dos Centros de Convenções SulAmérica, CBC, Amil e Vogue Square Garden no Rio de Janeiro e, atualmente, ocupa também o cargo de Vice Presidente Executivo do Rio Convention & Visitors Bureau.

 

Otavio Neto

Referência no mercado de feiras de negócios, Otavio Neto é formado em publicidade e jornalismo pela FAAP (Fundação Armando Alvares Penteado). Com mais de 25 anos de atuação na área, acumula em seu currículo a cobertura de mais de cinco mil feiras, 27 mil entrevistas e três mil eventos nacionais e internacionais.
Empresário e apresentador de televisão da Rede CNT – com passagens pelas emissoras: Manchete, Rede Mulher, TVA, Bandeirantes e TV Gazeta – atualmente, está no comando da multiplataforma de comunicação do Grupo Radar & TV que inclui o programa Radar Television, a revista Radar Magazine e o Portal Radar. Sempre inovando e lançando novas frentes de trabalho, criou, recentemente, o Radar [PR1] – núcleo de Relacionamento com a Mídia – que visa gerar oportunidades e visibilidade para as marcas na imprensa brasileira.
Com expertise na área de comunicação e empreendedorismo, o empresário é responsável também por uma rede de networking, com cerca de 1.000 companhias de diversos setores – que engloba empresas do setor M.I.C.E., serviços e indústria – para promover e auxiliar as marcas a se posicionarem nos seus segmentos e ampliarem sua rede de relacionamento. Entre os eventos responsáveis por este intercâmbio de novos negócios está o ESFE (Encontro do Setor de Feiras e Eventos), considerado um dos principais encontros do setor de turismo de negócios do Brasil – completa em 2017 sua 12° edição, na cidade de São Paulo.
Em todas as frentes de negócios, Otavio tem o papel de promover ideias, reunir líderes e apoiar no crescimento do setor de turismo de negócios, baseando-se em três pilares: Relacionamento, Geração de Negócios e Conteúdo.

 

Inscrições...

Regras Gerais

As inscrições deverão ser efetuadas por meio de preenchimento de formulário online observando-se os prazos estabelecidos para cada modalidade de inscrição.

O pagamento das respectivas taxas referentes a cada uma das formas de participação no evento deverá ser realizado previamente à submissão de trabalhos. Portanto, a submissão somente poderá ser realizada após o pagamento da taxa de inscrição do autor do trabalho.

A inscrição é pessoal e intransferível, não havendo ressarcimento.

 

Categorias, prazos e valores

Profissional de Empresa (Entidades Parceiras) ABEOC / ABIH / ABAV / RV&VB / AMPRO / UNIDESTINOS / FBHA
Profissional de empresa NÃO associada
Professor
Estudante
Visitante
 

No ato do preenchimento da ficha online, o participante poderá optar pelos cursos ao valor de R$ 80,00/cada e pelas visitas técnicas disponibilizadas apenas para profissionais, ao valor de R$ 50,00 por pessoa. As vagas para cursos e Visitas Técnicas são limitadas.

 

Inscrições a partir de 25/08 somente no local do evento.

 

Visitação à feira é gratuita, mediante inscrição prévia até 25/08

 

Formas de Pagamento

O Pagamento da inscrição para o congresso EVENTOS BRASIL 2017 será realizado através do PAGSEGURO, da seguinte forma:

Durante as chamadas
1. No cartão de crédito ou boleto: Até 25/08
2. A partir de 25/08 só no local do evento
– As inscrições poderão ser parceladas em até 2 vezes no cartão de crédito ou pagas à vista pelo sistema PAGSEGURO até 25/08/2017.

 

Visitas Técnicas

Apenas para profissionais organizadores de eventos inscritos.

31/08/2017
VISITA TÉCNICA COM ALMOÇO – das 12h00 às 14h00
.Rio Othon Palace Hotel – 30 vagas
.Grand Mercure Hotel – 20 vagas
.Complexo Windsor Convention & Expo Center: Windsor Barra e Oceânico – 25 vagas

Secretaria Executiva e Vendas de Patrocínios

GRUPO LK ¦ www.lk.com.br
Rua General Argolo, 113 – São Cristóvão

atendimento@lk.com.br

Tel: +55 21 3295-2801

 

 

 

 

Arquivo